terça-feira, 27 de julho de 2010

Mulher macho


Meu benzão todo admirado. Não conseguia disfarçar seus encantos pela personagem da Sandra Bullock.

Não deixo de dar um pouquinho de razão ao amoreco de minha vida.

No filme "Um sonho possível ", a personagem da Bullock é uma mulher forte, decidida, que "sabe" mandar e ser atendida ( nisso nos parecemos, rsrsrs).

Mandar em alguém? Que dificuldade. Dizem que sou mansa demais

Penso que isso já virou foi defeito.

Tenho que me situar,oxe!

Aqui em casa com reinado total,não consigo ser Majestade.

Sou uma besta quadrada.Meu Deus, modifique-me.

Ah,mas os olhinhos do maridão brilhavam com o personagem duro e doce da Bullock.

A flecha da desilusão atinge meu ego impiedosamente.

Olhava-o pelo rabo do olho e dava vontade de torcer seu pescoçinho.

Rsrsrsrs.

Tenho que rir. Sou uma despeitada.

Arranjo sarna para coçar onde não devo.

Atenção Sandrinha, que não é Bullock , mas é mulher retada,destemida, pronta para qualquer negócio.

Meninas, personagem da Bullock é fichinha, eu sou mais eu.

Vou colocar todo mundo no cabresto.

Virarei mulher macho.( exageoooo, cruzes)

Vou pegar o meu tormento conjugal de jeito, ele vai se arrepender de ter nascido.

terça-feira, 20 de julho de 2010

Eu sou zen.


Desorientei-me.

Não façam pressão em meu ser tão calmo, sereno.

Mas, sinto que ás vezes tudo isso em mim, incomoda e irrita o meu amado maridão.

O que posso fazer,se vejo problemas se atropelarem e consigo no meu estado alfa de viver contorná-los.

Conto e reconto números enquanto respiro longamente. Tento assim controlar impulsos negativos que me descontrolem emocionalmente.

Nada de sugarem minha energia.

Eu sou zen.

Abalar-me, pra quê?

Tudo se resolve com muita paciência.

As discussões, o dia a dia, e a "monja baiana" aguentando firme em seu mosteiro particular.

Eis que de repente meu mundo zen desaba.

Segurei-me enquanto pude, só o pai Criador sabe como?

A" monja" rodou a baiana.

Meninas de Deus,o maridão me chamou de P-A-N-G-U-Á?

Ai, que ódioooo.

Vou dar nele.

Segurem-me pelo amor de Deus.

Eu mato, trituro.

Panguá é a senhora sua mãe.

(Como posso jogar minha ira em alguém que já se foi.Oh, sogrinha, perdão. Que Deus a tenha em bom lugar) .

Amigas, sabia que a maioria do tempo falei com as paredes.

O Ilustríssimo Senhor Maridão saiu, não quis ouvir as verdades que brotavam tão incandescentes de m'alma magoadíssima.

Fiquei a resmungar minhas mágoas com meus botões.

(fecho os olhos e respiro, respiro.Preciso me acalmar)

Vou me acalmando, acalmando.

Finalmente a "monja baiana" retorna mais leve,resolvida e atenta.

Maridão que se cuide, panguá nunca mais.

Ele sim é um Panguá -Mor.

Besta. Metido.

Juro que nunca mais esse meu bondoso companheiro, alvíssimo,tão singular na minha vida tirará o meu sossego, a minha tão intocável energia vital.

Manterei meu controle emocional.

Acho que me precipitei. Descontrolar-me por causa de uma palavrinha á toa.

Criancice.

Não sou panguá mesmo.

Ai, mas não posso me lembrar a cara do maridão, sua maneira metidona a me chamar de panguá!

TÁAAAAAAAAA OUVINDO MARIDÃO? RETEI-ME, VIU? ESQUEÇO, NÃO.

OMMMMMMMMM, peste de home, OMMMMMMMMMMMMMMM!




sábado, 10 de julho de 2010

Essência feminina


Atrapalho-me com as palavras. Para quem me acompanha no blog, não é novidade.

Outro dia encontrei um casal, amigos de longa data. Ao me despedir soltei um " prazer em conhecê-los".

Claro que não entenderam nada.

Educadíssimos não esboçaram espanto diante do meu mico.

Tempos depois ao reencontrá-los, relembrei a minha gafe.

Eles riram educadamente , mas fizeram uma observação.

" Realmente não entendemos. Achamos-a um pouco atrapalhada"

Maridão se intromete.

"- Atrapalhada? Tá gagá ,doida."

Emocionei-me com tantos elogios do maridão. Tão delicado! (suspiros tristonhos)

Meninas, pior mesmo foi o que disse a um casal que mal conhecia ao telefone. Maridão quase teve um troço.

Convidei-os para um cafezinho.

Sem a mínima noção e cheia dos agrados, pedi-lhes:

"-Venham cedo para que possam ir embora mais cedo, viu?"

......

Oxe, nem vou postar o que o maridão disse.

....

Gente, eu penso. Não me julguem. Isso faz parte da esssência feminina.



quinta-feira, 8 de julho de 2010

Caso Eliza.

Absurdamente atônita.

Abilolada com relatos monstruosos do caso Eliza Samurdio pela mídia.

Meu Deus, inacreditável. É um filme de terror dos mais pavorosos.

Jesus, Maria e José, o que está acontecendo com as pessoas? Perderam a noção do que realmente são e procuram ? Estão doidas? Viraram animais irracionais, selvagens?

Precisam ser enjauladas, não podem viver em sociedade.

Tentei , mas não consegui deixar de postar minha repugnância.

Gente,pedaços do corpo da menina foi jogada para cães!?

O que é isso? Sinto calafrios só de pensar em cena tão pavorosa.

Tinha asco, nojo, do Hannibal, personagem de Anthonny Hoppings.

Vejo que "hannibais" existem. Pior, não sei se Hannibal é qualificação para os assassinos de Eliza.

Não existe nome para Monstros.

Monstro é monstro, e pronto.

Certa vez soube de um assassinato brutal em uma certa cidade. O caso foi abafado. A jovem, linda, cobiçada, mas, sem recursos perdeu a vida de maneira covarde, desumana.

Nunca acharam o corpo nem seus assassinos.

A mídia não noticiou.

Eliza é só mais uma de tantas que são brutalmente réfens de carniceiros.

Resta-nos a palavra, a indignação.

Que os órgãos competentes sejam mais severos com os monstros que matam nossas jovens.

sábado, 3 de julho de 2010

Oh, Seleção, quanta decepção!


O que todos queríamos era o Brasil Campeão.

O Hexa fica engasgado.

Não adianta dizer que futebol é assim mesmo e que daqui a quatro anos teremos nova chance.

Perder é chato e ponto final.

Já chorei quando o Brasil perdeu em outras Copas.

Graças a Deus, hoje, já não me deixo levar por fortes e tristes emoções. Ainda mais se tratando de futebol.

Desde os primeiros jogos dessa Copa achei a Seleção apagada, esquisita.

Os grandes lançes, as belas jogadas foram raras.

Faltou conjunto, faltou entusiasmo.

O Dunga virou Zangado e não esboçava vontade de ser Feliz.

Três anõezinhos da Branca de Neve numa mesma pessoa é de lascar.

Nosso treinador pirou, esmurrou, deixou-se levar pela inconstância e teimosia.

Culpa-se jogadores, técnico e seu esquema de jogo.

A realidade é que o povo brasileiro está puto, inconformado.

Pior mesmo é a Argentina levar o caneco.

Maradona vai ufar mais o peito.

Mas,convenhamos, levamos o que merecemos.

As Estrelas do nosso "Timaço" não brilharam.

Jogadores hoje são endeusados, viraram celebridades, são milionários. Acabou-se a humildade, o amor á camisa.

O dinheiro e a fama transformaram o futebol em mercadoria.

Sinto saudades do futebol arte. Sinto falta dos craques de 70.

Oh, Seleção, quanta decepção!




Pequena e saudável observação: Após postar minhas mágoas, eis uma grande surpresa. A Argentina perdeu de goleada para a Alemanha. Sinto muito los hermanos, mas não consigo me conter. Estou muy contente.Alviei meu peito tão dilacerado.

Dieguito, um recadito para ti:" Graças a Deus o mundo não o verá pelado. Seria demais! "