quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Cirurgia Vascular


Estava euzinha de volta ao bloco cirúrgico.

Quem diria que aquela menina com medo de injeção , e que se escondia debaixo da cama no dia de ir ao dentista ,enfrentasse mais uma vez um bloco cirúrgico com tanta tranquilidade.

Foi necessário anos para entender que na vida nós temos que vencer nossos medos. A própria vida nos ensina. Temos que ter fé em Deus e confiança nos médicos.

O que não presta em nosso corpo tem que ser retirado. Ás vezes por medo, desleixo, falta de informação deixamos coisas simples virarem problemas graves

Por isso, tchau para nossos lixos internos que danificam nossos órgãos e provocam dores e sofrimentos.

O que mais atrapalha na luta contra nossos medos são os traumas. Vencê-los é uma batalha que depende de nós.

Meninas, queridas, foi uma luta intensa, para mim, esnobá-los.

Se anos atrás, fosse necessário fazer uma intervenção cirúrgica morreria antes.

O pavor era tanto que os homens de jalecos brancos eram meu caminho certo para o túmulo

Tinha mesmo medo de morrer, a pobrezinha que vos fala.

Fui uma criança que dava escândalos caso algum médico ousasse me examinar.

Bicho do mato perdia para a onçinha do sertão.

Se fosse minha filha dava-lhe uns corretivos ,onde já se viu fazer tamanha arruaça !
Daria um trato nessa onçinha . Oxe, viraria num piscar de ollos uma gatinha mansinha.
A danadinha na mesma hora aceitaria qualquer injeção, dentista que lhe aparecesse na frente.

Manhosa, cheia das vontades.

Dei trabalho. Fingia ser domada para logo mostrar as garras. Só o tempo fez minha ferinha se acalmar.

Hoje estou tranquila, pareço lesadinha de tudo - antes, porém, e dependendo da ocasião, situação vivenciada, preparo-me. Sou ansiosa que dá dó.O coração em certos momentos bate desenfreado, que se bobeio sai inteirinho pela boca.O controle da baiana tem que ser redobrado.

Mas, graças a Deus, minha mais nova intervenção cirúrgica- dessa vez retirei veias indesejáveis nas pernas- correu em paz.

Não vi nada. Dormi gostosamente e até sonhei.

Ao abrir os olhos tudo tinha passado.

Oh alívio. Bom demais.

O inconveniente é que virei múmia. Enfaixaram-me as pernas.

Daqui a uns dias os roxos, ardencias incômodas desaparecerão e estarei de pernas novas e saudáveis.

Penso, quem sabe , duvido muito, em fazer um tratamento para suavizar o efeito casca de laranja que o tempo, hábitos alimentares, sedentarismo deixaram nas minhas recém operadas perninhas.

Antes de toda essa tentação estética há a atenção para as doenças vasculares. Meninas lindas, façam visitas ao Angiologista,eles sim ,tratarão e deixarão suas pernas maravilhosas!

Um cheiro.


Nenhum comentário: