segunda-feira, 16 de março de 2009

SANDRÃO





                                                         


                                      SANDRÃO






- Sandrãoooooooooooooooooooo!
Não é possível, depois de tanto tempo!Será sonho ou pesadelo?
- Ei Sandrão, não disfarça, é você que estou chamando.
Que infeliz resgate. Voltei mesmo ao tempo em que tudo em mim era ão?
- Sandrão menina, quanto tempo?
Faço cara de desgosto. Penso no pernão, coxão... e outras coisas mais.
-Sandrão, quanta saudade, me dê cá um abraço.
Abraço pra quê? Quando imagino o sofrimento de ter alguns quilinhos a mais me seca até a boca.Que tormento.
-Sandrãozinha, que bom lhe abraçar.Nossa, tá forte ainda hein?
Desaforo, tá pensando que sou otária e vou acreditar nisso.?Hummmmmmmmmm, penso mais não falo. Sou obrigada a rir forçado para essa chata.
-Oh, a mesma risonha de sempre. Tu é tão boazinha, pena que esteja um pouquinho acima do peso.Também não é nenhuma novidade, tu sempre foi cheinha.
Mas home, veja só. A criatura não se enxerga mesmo. Vou ignorar.
-Rsrsrsrsrsrsrs...ai, rsrsrsrs, meu Deus...rsrsrsrs.
Ficou doida, tá rindo de quê a peste?Não ouso perguntar, é uma coitada mesmo.
-Sandrão, você ainda tem dificuldades com as calças compridas? Elas sempre lhe davam trabalho lembra? Era um sacrifício para abotoar, sem falar que depois tu ficava até sem ar. (mais risos)
Olha só, é muita maldade.Em pleno 2009 onde o estereótipo de mulher é estar bem definida, com peso adequado á altura, vem essa xarope me relembrar fatos desagradáveis como ser chamada de Sandrão, por exemplo.Que raiva!
- Tá tão caladinha. Já sei está emocionada com nosso encontro. Oh, tão sensível a bichinha!
Affe, a mulher não se toca. Vai embora assombração!
-Sandrão, to notando uma coisa..tu tá sem óculos. Menina, ficou melhor. Mas tu usava uns óculos enormes, lembra?
Mentirosa. É bem verdade que os óculos eram um tanto anormal para o tamanho. do meu rosto. De tanto falarem abandonei-o na gaveta. Na escola precisava sentar na frente para enxergar. Penei um longo tempo com miopia e astigmatismo. Só usava óculos em casa...e escondido pra ninguém ver. Era mesmo muito besta.
- Sandãoooooooooooooooooooooooooooooo.
Vixe, tomei um susto! O que será agora? Cruz , credo!
- Acho que já vou , to cansada mulé.
Ah..graças a Deus, vai logoooooooooooooo. Que bom!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
- Sandrão, minha fofaaaaaaaaaa, tu tá morando em Minas não é?
Vejam só, a nojenta sabe tudo a meu respeito.
- Sou doidinha para conhecer Minas.
Valei-me todos os santos do céu, rogo, imploro, isso nãoo!
- Vou passar uns meses com tu, viu?
Ai, que taquicardia, acho que vou ter um troço.
- Sandrão tu tá com uma cara. Mulé tá parecendo que quer que eu vá agorinha!Oxente, tu me deixa sem graça. Nunca vi uma amizade tão linda. Tu não existe. É a bondade em pessoa. Ou melhor, tu é uma santa imaculada.
- Sandrão.Ei mulé, responde. Já sei está emocionada com minhas palavras, não é?Ficou pálida de tanta emoção. Venha cá então e me dê um abraço com esses seus braços gordinhos, e fofinhos! Oh delícia de amiga meu Painho do céu!

2 comentários:

alice disse...

ri muito, viu San...drão...

Márcia disse...

PÔ !E eu que chamava Sandrona?Adorei!E não deixa de ser um canal pra vc botar essa criatividade toda pro mundo!!!!Da-lhe Sandrão!!!rsrsrsrsrsr bjs fã incondicional!