terça-feira, 21 de julho de 2009

Dança do Ventre


Sempre gostei de dança oriental. Nos filmes medievais sempre havia bailarinas dando seus shows para reis e rainhas em salões nobres , recheados de volúpia e banquetes exuberantes!

Claro que em casa tentava ensaiar alguns passos. Saia correndo pelas salas, imaginando-me naqueles belos salões vistos nas telas do cinema.

Em meio a sofás , cadeiras e mesas, a bailarina encontrava seu palco e plateia.

Muitas vezes apareciam manchas roxas de tanto que me batia nos móveis.(bailarina atroadíssima)

Oxe, vocês acham que eu sentia alguma coisa no momento do meu espectáculo? Ora ,o envolvimento era tanto que me anestesiava completamente.Dava adeusinho a qualquer dor, tamanha era minha empolgação.

O problema que meus surtos de bailarina me deixavam entusiasmada! Achava-me pronta para qualquer show. Sempre ousada, vixe!

Na época fazíamos teatrinhos. E a bailarina sempre se apresentava .Nunca vi gostar tanto de se exibir.

Era até engraçado e por não dizer saudável. Aproveitava bem as minhas ilusões. Oxe, graças a Deus em qualquer oportunidade punha-as em prática. Então, vivas a "minha" bailarina, né?

Meninas, a bichinha aqui se achava mesmo. E quando ouvia os aplausos pronto, era a Ana Botafogo da dança oriental!

O interessante é que depois de muito anos aprendi de verdade a dançar a Dança do ventre. Hoje até aulas para as amigas administro.

Realmente é um sonho realizado. As vantagens para o corpo e mente são inúmeras. É uma verdadeira terapia para a minha vida.

Muitos acham a dança do ventre apelativa.Dão-na sentido provocativo e extremamente sensual.

Quem pesquisa-a como eu, sabe que a história não é bem assim.

No Egito , dançava-se a dança do ventre nos rituais dedicados a deusa Ísis, em agradecimento a fertilidade feminina e ás cheias do rio Nilo.

O bonito dito pela Epitologia, é que as ondulações abdominais da dança ensinavam as mulheres os movimentos das contrações do parto.

Vixe, fico arrepiadinha com tais significados. Acho que tenho um pézinho lá no oriente

Aproveitando o momento vou me vestir á caráter. Uma pausa , por favor.

Amigas, as roupas, maquiagem, bijouterias ,as músicas! Hum....não existem coisas tão lindas e femininas! Elas fazem um bem retado a nossos olhos.

A gente viaja. Dá para esquecer de tudo mesmo!

Vocês dão licença ,mas a música começou a tocar. Não resisto. É algo indescritivel.

Meninassssssssss, o que estão esperando?

Venham dançar comigo.

Um comentário: