quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Ronco


Eu não aguentava mais aquele barulho. Rolava na cama sem parar.

Tapar os ouvidos era bobagem.

Até simpatias já havia feito. Nada resolvia o meu problema.

Parece que durmo com uma motosserra ao meu lado.

Cruz credo! Nada neste mundo é capaz de parar com o ronco do meu adorável maridinho!

Sei que a culpa não é do roncador! É defeito de fabricação.

Mas e dai? Como fico nessa história toda? Totalmente desesperada, ensaidecida e.....desequilibrada!

Faço uma força danada para não perder a minha sanidade.

Sempre saio do quarto de madrugada, com meu travesseiro debaixo do braço, para não despedaçar o inocente do meu marido!

Abandono-o no nosso leito aconchegante, perfumado. Tão cheio de carinho, e....apnéias!

Meu Deus! Apnéia!?

Vocês não sabem como é triste vê-lo perder a respiração por segundos!

Houve noites em que acordava sobressaltada, com o coração aos pulos - "haja coração para tanto susto!"

Meu maridão retornava de sua apnéia com duplos sons de motosserras !

Verificava, chegando meu rosto próximo ao dele ,se ele não havia partido dessa para outra vida.

Affe, Virgem Santíssima, arrepiei-me, desconjuro....nem pensar numa coisa dessas!

Acordava-o. Queria ter certeza que tudo estava bem.

Custei a me acostumar com esses repentes no ronco de meu maridão.

Já desisti das simpatias.

A última delas era um inocente assobio.

Oxe, cansei de assobiar. To cansada, nada adianta.( to desoladíssima, oh!) O negócio é abandonar meu leito mesmo.

Meninas, sou uma sofredora!

Que noites terríveis!

Será se ainda terei a alegria de vê-lo livre dessa roncação!

Escutem, vocês por acaso sabem de uma nova simpatia, reza, qualquer coisa para melhorar essa minha situação!

Genteeeeeeeee, to nervosa.

Acho que hoje a noite vou, vou.... Não vou fazer nada, entenderam?







2 comentários:

Sandra Meneghini disse...

Prof. sei muito bem como é isso ,tem 20 anos q nao durmo...acho q só tem um jeito de acabar com isso cortando a garganta.....kkkkkkkkkkkkkkkkkkk brincadeirinha......

Sanbahia disse...

Sandroca, aluninha, vamos com calma.
Adorei o comentário.
rsrsrsrs.