terça-feira, 23 de novembro de 2010

The Beatles




As paredes do meu quarto não cabiam mais de posteres dos Beatles. Eitá paixão pelos meninos de Liverpoll.

Com o encarte das músicas e num inglês chifrim cantava com meu grupo predileto suas canções.

Conhecer os Beatles foi a melhor coisa que aconteceu na vida da forrozeira assumidíssima.

Era avessa a música de gringos. Não estendia o que estavam falando?
Com um bom ouvido musical, graças ao meu pai e a meu tio João, sabia distinguir o que prestava musicalmente.

A bichinha era metida a entender de música. Radicalmente, rendera-me a nossa boa e maravilhosa música brasileira.
Música estrangeira não, pelo amor de Deus!

Batia o pé teimosamente: músicas internacionias não eram bem-vindas na minha "radiola".Apesar de reconhecer que haviam boas e agradáveis excessões.
De tanta radicalização beirei á estupidez. Como diz meu pai: Deixe de ser ignorante musical, ora bolas.

Paul, George, Ringo e Lennon, vocês foram os culpados pela minha americanização musical. Fui totalmente dominada pela beatlemania e suas fases.

Sofri com a separação do grupo, não acreditava que um grupo de sucesso acabasse.Foi uma morte com enterro e tudo. Fiquei de luto e me revoltei: "eles não podiam fazer isso com seus fãs" .

Acostumei-me , mas nunca aceitei a dissolução da banda. Os Beatles faziam muita falta. Sem eles houve um vazio no mundo da música.

Um certa desilusão me afastou dos meninos ingleses.

Ouvi alguns trabalhos solos de Lennon, Paul. Mas, nada se igualava ao Grupo, juntos eles eram bem melhores!

Trágico,desconfortável, absurdooo foi a morte do criador de Imagine. Até hoje não consigo entender o motivo do assassinato de Lennon. Muita loucura minha gente!

Aos poucos os meninos de Liverpoll estão indo para outra dimensão.

Restaram, graças a Deus, em nosso plano terrestre, Ringo e Paul

Aproveitemo-os, embora se saiba que as músicas dos Beatles são eternas, e Lennon e George continuam vivos em nossos corações.

Para nossa alegria Paul fez recentemente shows no Brasil. Não pude assistí-lo ao vivo. Restou-me a TV.

Muito bom ver um Beatles. Toda uma história é recontada.

O mito dos meninos de Liverpool continuam a viver no rosto, gestos e canto de Paul McCartney

Que Deus lhe dê ainda muitos anos de vida para nosso deleite e satisfação.













7 comentários:

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

San,

Todo mundo sabe alguma música dos Beatles, esses rapazes conseguiram fazer história nessa vida.

Beijo imenso, menina linda.

Rebeca

-

Blábláblá na rede disse...

Minha flor esse post ficou show...seu blog é lindo demais..."vixe mainha"....rsrs...cherim procê, obrigada pelo carinho...

Khelen
http://blablablanarede.blogspot.com/

Sanbahia disse...

Rebeca, você tem razão , as pessoas conhecem e cantam as canções dos Beatles.
Um cheiro.

Sanbahia disse...

Khelen, outro cheirim procê.
Volta sempre. Estou lhe aguardando com muito carinho.

Yolanda Hollaender disse...

Acompanhei os Beatles desde menina, e eles revolucionaram mesmo toda uma época.
O show de Paul McCartney no Brasil, na última semana, trouxe momentos de pura nostalgia...
Aproveito para agradecer sua presença no meu blogue.
Meu afetuoso abraço,
Yolanda

Sanbahia disse...

Yolanda, os Beatles são inesquecíveis.
Grata por visitar e seguir meu blog.
Volte sempre.
Cheiros.

- vanessa l. disse...

Eu amo os Beatles.
Minhas músicas favoritas são:
Let it be
Yesterday

Um artista que eu amo muito, que eu acho que foi umas das melhores pessoas que esse mundo ja teve é Michael Jackson, o eterno Rei do Pop.