segunda-feira, 7 de março de 2011

Parabéns mulheres de sabores e cores diferenciados.


Dizem que a mulher faz o homem gemer sem sentir dor.

Taí, gostei dessas palavrinhas simples mas de um significado picante que envolve com sofreguidão e faz os homens perderem a cabeça, braços...ui, tudinho que quisermos.

Nós calamos a boca de uma sociedade culturalmente e abusivamente paternalista.

Muitos homens que se dizem machões cheio dos direitos sobre mulheres indefesas ,as chamadas sexo frágil, levaram um susto, caíram do cavalo e se espatifaram no chão.

Antes mulher não votava, não podia nem devia abrir a boca diante do seu dono e senhor. Éramos submissas e "apenas"donas de casa. Vivíamos para procriar, lavar, passar e coser .

Mulheres de Atenas que viviam para a glória de seus homens fortes e guerreiros.

Que reviravolta demos em nossas vidas. Somos até presidente de país, um cargo a muito pouco tempo ,m-a-s-c-u-l-i-n-o!

Vitoriosas somos pela nossa capacidade, inteligência e força de vontade. Vencemos nossas batalhas porque somos guerreiras.

Guerreiras que não perderam a ternura e continuam sua luta em busca de oportunidades melhores , decentes e justas.

Homens de boa vontade, criaturas lindas e abençoados por Deus, não queremos ser vossas imagens e semelhanças. Apenas desejamos ser respeitadas e termos nossos direitos reconhecidos.

Não queremos medir forças com vocês. Seria burrice. Queremos somar, multiplicar e acertadamente fazer o melhor junto a um mundo tão masculinizado e cheirando a cuecas.

Nossa suavidade faz falta. Pressão e rudeza precisam de um toque feminino , um jeitinho especial que só o ser mulher possui e acalma os meninos em aflição.

A mulher coração sabe ser razão com a sutileza que lhe é peculiar.

E diante dessa sua "delicada" maneira de encaminhar situações, e claro, por puro despeito, é chamada preconceituosamente de mulher -macho. Fato este que Maria Quitéria , com certeza não se importou, sendo assim a primeira mulher a lutar vestida de homem em batalhas contra os portugueses, recebendo a condecoração da Ordem do Cruzeiro por sua coragem e bravura.

Sendo este o primeiro ano em que uma mulher preside o Brasil, o Dia Internacional da Mulher tem outro sabor e cor.

A cor é feminina, e não poderia deixar de ser cor-de rosa. Mas,o pink, violeta, vermelho-carmim e todos os seus tons e sobre tons exercem luminosidade, alegria, paixão. Vamos misturá-los com o verde e amarelo e fazer com que nosso país socialmente tão desigual seja tocado e se encha de esperança para que dias melhores possam vir.

O sabor fica por conta de cada um de nós. Nós que devemos determiná-lo.Deveremos, porém ,estarmos atentos ao tempero que usarmos.

Peço-lhes que coloquem um pouquinho de pimenta, pois com condimentos picantes não correremos o risco de ficarmos deitados em berço esplêndido esperando a banda passar.

6 comentários:

Regina Coeli Carvalho disse...

Olá,
Que chegue o dia de não precisarmos ter datas especiais, que possamos comemorar diariamente o dia do ser humano.
Meu abraço carinhoso.

Sanbahia disse...

Regina todos os dias são nossos,dos pais, mães crianças. Valorizemos o ser humano diariamente não só em dias criados pela mídia para fins comerciais.
Cheiro e grata por visitar meu blog.

Anabela Jardim disse...

Temos todos os dias do ano, só depende de nos apropriarmos deles.
E todas nós somos especiais, cada uma do seu jeito. Passe no meu blog e leve o selinho do dia Internacional da Mulher, no post do dia.

Sanbahia disse...

Anabela como você diz todos os dias são nossos, dos idosos, crianças.E, de todos os seres que habitam o Planeta Terra.
Gostei da sua visita a meu blog.Volte mais para me visitar.
Um grande abraço.

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Coisa mais linda escrevendo.... amei, San.

Beijo bem grandão.

Rebeca

-

Sanbahia disse...

Rebeca muito bom receber sua visita , estava com saudades.
Abraços menina linda.